Início > Notícias > Neo Free Runner chega às lojas. Atrasado? Não, que isso…

Neo Free Runner chega às lojas. Atrasado? Não, que isso…


Depois de um longo tempo, a Open Moko lançou o Neo Free Runner, a segunda geração do smartphone open source e licenciado pela GPL. A primeira versão deste celular, Neo 1973, causou um alarde logo quando foi anunciado devido à liberdade agregada, mill e uma possibilidades e *puff* desapareceu em seguida. Quem sabe se o produto fosse vendido ao público e não apenas aos desenvolvedores do próprio projeto (você desenvolve o produto para no final, ele ser vendido para você mesmo, que nonsense) tivesse mais apelo.
Open Moko - Neo Free Runner

Demorou e chegou. E mais uma vez, Open Moko você pisou na bola. Sim e sabe por quê? Vamos primeiro, conhecer as características do smartphone:

  • GSM triband (850/1800/1900 MHz ou 900/1800/1900 MHz)
  • Processador ARM920T 400 MHz (pode fazer overclock até 500 MHz, arrisca-se por sua conta e risco)
  • 128MB de memória RAM
  • 256 memória NAND Flash (essa memória vem com uma certa quantidade de bad blocks e conforme o uso, vai ficando com menos espaço disponível devido aos bad blocks crescente)
  • Acesso Wi-fi
  • Bluetooth v2.0
  • GPS (ótima combinação)
  • Tela touch-screen!

E então, é um smartphone atraente? Bom, eu acho que sim, apesar de não ter acesso 3G, serve para fazer muita coisa. Isso se ele viesse com algo mais do que o básico do básico dos celulares: funções de discagem, SMS e lista de contatos. Sim, apenas isso.
Mas ele é open source podemos esperar os desenvolvedores lançarem mp3 player, funções multimídia ou você mesmo colocar isso no kernel dele.

Não quero ser chato mas ao mesmo tempo que ele tem recursos legais como Wi-fi, Bluetooth, GPS e tela touch screen, não vem com quase nada de aplicativos! E o preço não é nada atraente em tempos de Iphone 3G: $400 inicialmente. Ah ele vem com MicroSD de 512MB também.
O erro da Open Moko foi lançar ele tão tarde… se viesse antes poderia gerar mais frutos do que agora, onde temos Iphone 3G e futuramente o Android também.

Por mais que eu gostaria de ter ele, eu não pagaria 400 dólares. E você?


Digg it! Compartilhar no Del.icio.us Adicionar ao Live Favorites Compartilhar no Google Bookmarks Compartilhar no Reddit Compartilhar no Ma.gnolia Compartilhar no Facebook Compartilhar no Technorati Compartilhar no Yahoo MyWeb Stumble It! Compartilhar no rec 6 jump, conteúdo grátis!

Categorias:Notícias Tags:, ,
  1. Harry
    setembro 19, 2008 às 2:15 pm

    Com certeza eu pagaria os 400 dólares, o valor intrínseco de um produto open source é muito superior a qualquer solução proprietária, como o iphone, em que somente o “dono” (no caso, a apple, e não você) pode desenvolver o software, bem como incluir sei-la-o-quê sem que o usuário saiba. Monitoramento de atividade, keylogger, roubador de endereços para vender para spammer, ah, sinto muito, minha liberdade vale mais que 400 doletas.

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: