Arquivo

Archive for the ‘howto’ Category

Dica rápida: OpenOffice em Português no Ubuntu 9.10

novembro 16, 2009 8 comentários

Olá,

 

Enquanto estou analisando o Ubuntu 9.10 e preparando mais atualizações para o blog, me lembrei de algo: o OpenOffice instalado por padrão é em inglês! Com todos os seus menus e opções neste idioma! Mas para alterar isso é fácil.

  • Abra um terminal
  • Digite “sudo apt-get install openoffice-l10n-pt-br” (sem as aspas)

Pronto! O download do pacote de idiomas é feito! Este processo pode ser feito para outras versões do Ubuntu (exceto pela 6.04).

Nesta versão do Ubuntu o comando é “sudo apt-get install openoffice.org2-l10n-pt-br”, novamente sem as aspas.

Até mais

Anúncios

Instalando o Ubuntu 9.10 sem perder o Windows

outubro 30, 2009 5 comentários

Olá,

Continuando nesse hype da nova versão do Ubuntu, muita gente tem se queixado em fóruns que gostaria de testar o Ubuntu 9.10 mas tem medo de perder a partição Windows ou já passou por problemas com os gerenciadores de boot em experiências passadas.

Bom, como o mundo do software livre é vasto, existem diversas opções e maneiras de se atingir o mesmo objetivo. Para aqueles que tem medo de arriscar a instalação convencional, lembrei de um programa que já usei chamado Wubi.

O que ele faz?

O Wubi faz a instalação do Ubuntu a partir do ambiente Windows, criando já uma opção do sistema novo no gerenciador de boot do Windows (o famigerado boot.ini) similarmente ao UNetbootin (já citado aqui no blog).

A diferença entre o UNetbootin e o Wubi, é que este último é voltado apenas para uso com o Ubuntu. Além disso ele cria uma entrada na janela de Adicionar/Remover Programas do Windows, como se o Ubuntu fosse um programa instalado no Windows, caso você não goste é só desinstalar ele como um programa Windows normalmente! Ambos podem utilizar-se de um CD com o sistema Linux já gravado para agilizar a instalação ou buscar a instalação pela internet, recomendado apenas para quem dispõe de conexão banda larga.

Como instalar o Wubi?

Antes de instalar ele, verifique os requisitos necessários:

  • 5 GB de espaço em disco (para a instalação do Ubuntu com segurança)
  • Acima de 256MB de memória RAM
  • Windows 2000, XP e Vista (não testei ainda no 7)

Após verificado os requisitos, faça o download do Wubi no Windows.

Ao executar o Wubi, ele irá exibir uma janela como essa:

wubi

Esta janela é a configuração da instalação do Ubuntu, então preencha corretamente. Basicamente o que você precisa preencher são os campos Usuário e Senha. Eles serão utilizados e criados na sua nova instalação.

Depois de tudo pronto, clique em INSTALAR. Será feito o download da imagem do Ubuntu e posterior instalação, então tenha paciência.

Observação: Se você tiver um CD já com a imagem do Ubuntu 9.10, coloque ela e o Wubi irá utilizar a mídia!

Depois de finalizado, ele irá solicitar que você reinicie o computador e pronto, é só escolher na tela de boot usando as setas do teclado que você deseja iniciar o Ubuntu.

Caso você queira remover o Ubuntu, o processo é simples:

  • A partir do Windows, acess o menu Adicionar/Remover Programas dentro do Painel de Controle.
  • Clique sobre o Wubi/Ubuntu e depois em Remover.
  • Reinicie =D

Prontinho!

Agora só não testa Linux quem não quer!!

Mais screenshots e FAQ do Wubi: http://wubi-installer.org/faq.php

Como atualizar do Ubuntu 9.04 para 9.10

Olá,

A nova versão do Ubuntu acaba de sair e milhões de pessoas estão ávidas para testar este novo sistema que promete fechar o ano trazendo diversas melhorias para o ambiente Linux no desktop.

Como de costume, os usuários de Ubuntu que já utilizam há um bom tempo o sistema, já devem saber como atualizar o mesmo quando uma nova versão é lançada.

Para aqueles que ainda não sabem, temos 2 maneiras de atualizar:

Via terminal

  • Abra um terminal (Aplicações>Acessórios>Terminal)
  • Digite o seguinte comando:
    • sudo apt-get update
  • Este comando irá verificar as últimas atualizações
  • Em seguida, instale ou verifique se o Update Manager já se encontra instalado e atualizado com o comando:
    • sudo apt-get install update-manager
  • Depois de finalizado, execute o update-manager:
    • sudo update-manager -d

Será exibida uma tela informando o lançamento da nova versão, clique no botão Atualizar e relaxe, levará um bom tempo. Será feito o download dos pacotes e em seguida a instalação deles.

Via interface gráfica

  • Clique em Sistema>Administração>Gerenciador de atualizações
  • Clique em Verificar Atualizações
  • Se houver alguma atualização da versão 9.04, instale-as
  • Caso esteja totalmente atualizado, aparecerá a mensagem que a nova versão 9.10 está disponível.
  • Clique em Atualizar

E é só isso pessoal! Contribuam com o software livre, utilizando e relatando suas experiências, todos temos a ganhar, até mesmo usuários de outros sistemas (ou você acha que certas inovações que ocorrem no Linux, ficaram presas ao mundo open source?)

E ainda falam que Linux é difícil… =P

GNOME Do – a super barra do GNOME!

Perambulando por sites de Linux internet a fora, encontrei uma dica de usabilidade.
Uma “barrinha” para GNOME que adiciona recursos muito legais e consome pouco do PC.

Para instalar no Ubuntu
Adicione o software através do menu Adicionar/Remover que se encontra no menu Aplicativos.

Para instalar em outras distribuições
No site do projeto, há vários pacotes pré-compilados para outras distruibuições, assim como a convencional tarball.

A tela de busca dele:

GNOME Do sendo executado

Legal, instalei mas e agora?
Aí que começa a diversão, usando o GNOME Do você pode procurar por quase QUALQUER coisa no desktop. É só digitar e você logo verá o ícone do programa/pasta/recurso que deseja executar. Recomendo associar uma tecla de atalho para chamar o GNOME Do, como SUPER (tecla Windows) + Barra de Espaço.

E ainda tem mais: Plugins para o GNOME Do
Depois de brincar bastante com a busca, utilizei alguns plugins do GNOME Do. E para a minha surpresa, tenho vários aplicativos para web 2.0 e que realmente facilitam a vida! É plugin para o flickr, twitter, GMail, Google Maps, entre outros.

Plugins GNOME Do

Pontos Negativos
Esta integração com desktop e serviços web 2.0 realmente me agradou. Pena que alguns plugins não funcionaram de imediato como o flickr e o Imageshack.
Outro ponto negativo é que ele não tem suporte à acentuação.

Tirando estes fatores, não tenho nada contra o GNOME Do e recomendo a sua utilização, instale agora!

Categorias:howto Tags:, ,

Bug no Scrapbook do Orkut – maneiras de corrigir

novembro 28, 2007 2 comentários

Várias pessoas estão sendo vítimas deste bug. A maioria, usuários de Internet Explorer.

Este bug resulta no logout automático da pessoa ao visualizar seu scrapbook (ou o scrapbook dela), através de um recado contendo um código HTML. Esse recado só funciona com pessoas que estão na sua lista de amigos.
Eis o código:

<embed src=”http://www.orkut.com/GLogin.aspx?cmd=logout”>

</embed>

Para fazê-lo funcionar, coloque aspas normais.

Maneiras de corrigir isto:

  • Faça login pelo site images.google.com, abra o scrapbook e apague o scrap malicioso
  • A autenticação do site images é diferente do orkut, então o código não funciona.

  • Abra o site do orkut normalmente e visualize seu scrapbook. Abra outra janela (ou aba) do navegador e entre novamente no site do orkut, lhe será solicitado a autenticação novamente. Autentique-se e volte para a janela em que você tinha aberto o scrapbook anteriormente. Apague o scrap e está tudo ok!
  • Desative os complementos do Internet Explorer: “Iniciar > Programas > Acessórios > Ferramentas do sistema > Internet Explorer (sem complementos)” para IE 7 ou dentro de Ferramentas>Gerenciar Complementos para o Internet Explorer 6 (estou sem como testar, sorry)

Até o momento só pensei nestas 2 maneiras para burlar este código usando o protótipo de navegador da Microsoft, Internet Explorer. Sinceramente, troque de navegador.

Usando Firefox, Netscape ou Opera, fica fácil burlar, ainda mais utilizando-se de extensões (como o AdBlock e o NoScript) e da navegação de abas (agora presente no Internet Explorer 7).

Fica a dica:
Firefox

Aproveite para brincar enquanto o bug não foi corrigido ^^

Dica do UnderGoogle


Digg it! Compartilhar no Del.icio.us Adicionar ao Live Favorites Compartilhar no Google Bookmarks Compartilhar no Reddit Compartilhar no Ma.gnolia Compartilhar no Facebook Compartilhar no Technorati Compartilhar no Yahoo MyWeb Stumble It! Compartilhar no rec 6 jump, conteúdo grátis!

Instalando Fedora 8 a partir do Windows

novembro 28, 2007 3 comentários

Hoje já é bem mais fácil encontrar soluções para instalação do Linux através da Internet, o famoso net-install. O problema é que ele somente instala a partir de um CD previamente configurado para buscar um mirror e aí sim instalar. Algumas distribuições como Debian, isso levaria horas, são pacotes e mais pacotes sendo instalados. Sem contar na mídia que você teria que gastar.

Apresento como uma alternativa, o UNetBootin, um software para instalação de
várias distribuições Linux (Ubuntu, Debian, Fedora, Mandriva e por aí vai) através de um .exe no Windows. A vantagem neste caso, é que a instalação é feita sem uso de CDs ou qualquer outra mídia. A desvantagem é que também é usado a conexão à Internet para tal tarefa, o que exige conexão de banda larga.
Caso você não conheça, há também o Debian Installer Loader para Windows, para instalação apenas do Debian

Preparativos antes da instalação

  • Verifique se há pelo menos 5GB livres em seu HD
  • Backup (óbvio) e desfragmentar o disco
  • Anote o endereço do mirror do Fedora 8 que será usado: Lista de Mirrors. Aqui um exemplo de como anotar o mirrror:
    "Web Site: redhat.linux.ee
    Fedora Directory: http://redhat.linux.ee/pub/fedora/linux"

    Eu anotei o endereço do site (primeira coluna) e o endereço para a pasta Fedora do próprio site (está realçada como http, pode ser ftp também)

Download do NetBootin

Segue o link para o download,clique aqui

A seguinte tela será exibida:
Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Clique na palavra Download que se encontra destacada. Repare que o NetBootin pode ser usado para instalar várias outras distribuições Linux, é só escolher.

Em seguida, efetue o download do arquivo .exe (o primeiro da lista) e salve em qualquer lugar de sua preferência. Execute o arquivo .exe e reinicie o computador como ele lhe sugere.

Prosseguindo com a instalação

Inicie o Fedora e a tela do Anaconda (gerenciador de instalação do Fedora) aparecerá. Os screenshots eu acabei perdendo alguns (falta de um gerenciador de clipboard viu), então irei postar somente os que sobrou.

  1. Escolha do idioma: Portugues_BR
  2. Escolha do layout do teclado: br_abnt2
  3. Método de Instalação: esta parte é crucial, depende da maneira que você anotou o endereço do servidor HTTP ou FTP para ser usado como mirror.
  4. Conexão à Internet: se você utiliza precisa de algum IP fixo, digite, senão, coloque DHCP. IPv6 não será necessário.
  5. Inserir o endereço do mirror: você precisará preencher com os dados que pegou anteriormente. Screenshot de exemplo que peguei do HowToForge:
    Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Será feito o download da interface gráfica necessária para auxiliar no restante do processo.

  1. Escolha do disco usado para receber o Fedora:Use free space on selected drives and create default layout deve ser a opção utilizada. Caso não haja espaço necessário, será preciso redimensionar o disco, usando ferramentas como o (urgh) Partition Magic, da Symantec ou do Parted Magic Partition Manager
  2. Configuração DHCP: está tudo ok e conforme informado anteriormente.
  3. Timezone e senha de root, ambos altamente intuitivos.
  4. Escolha dos pacotes: vai da sua preferência. Para um desktop básico,
    Office and Productivity está mais do que suficiente.

Após a instalação dos pacotes, e da reinicialização do computador, o gerenciador de boot GRUB tomará a frente e será possível escolher tanto o Windows quanto o Fedora para iniciar. Quando o Windows é escolhido, teremos a opção do NetBootIn Fedora novamente, mas é só escolher o Windows que em seguida o próprio NetBootin perguntará se deve ser desinstalado, é só confirmar que está tudo ok!

Como funciona o NetBootin?

O NetBootin, em sistemas NT (até o Windows XP), altera os arquivos grldr and boot.ini, gerenciadores de boot do Windows, fazendo com que uma linha seja adicionada informando uma nova entrada de boot.
Veja na figura:

Free Image Hosting at www.ImageShack.us
A última linha do arquivo indica a “possível” instalação do Fedora 8 via NetBootin

Espero que este howto tenha sido de utilidade para vocês.

Links de referência: HowTo Forge e UNetBootin


Digg it! Compartilhar no Del.icio.us Adicionar ao Live Favorites Compartilhar no Google Bookmarks Compartilhar no Reddit Compartilhar no Ma.gnolia Compartilhar no Facebook Compartilhar no Technorati Compartilhar no Yahoo MyWeb Stumble It! Compartilhar no rec 6 jump, conteúdo grátis!

Atualizando para Fedora 8 sem DVD

novembro 21, 2007 3 comentários

Recentemente, atualizei o meu Fedora 7 Moonshine para o Fedora 8 e fiz a atualização via imagem .iso que baixei, sem necessidade de gravar uma mídia. Esse roteiro não é nem um pouco original e serve para instalar/atualizar qualquer distribuição Linux a partir de uma imagem .iso. Só será necessário que você já tenha um sistema *nix instalado no computador e o gerenciador de boot GRUB configurado.

Leia e faça cada um dos passo com atenção, copiar e colar não vai dar certo ;D

Após ter feito o download da imagem .iso da distribuição, será necessário montá-la para que o Grub reconheça o formato:

#mkdir /mtn/isoimage
Cria a pasta para guardar a imagem .iso na pasta /mnt. Poderia ser qualquer outro local mas eu prefiro no /mnt

# mount -t iso9660 /coloque o caminho para a/imagem/image.iso /mnt/isoimage/ -o loop
Monta a imagem com o formato iso 9660 – formato de CDs e DVDs especificando onde ela está e usando o loop device, um espaço temporário de montagem para guardar a imagem

#cd /mnt/isoimage
No coments né? 😀

Dentro da pasta /mtn/isoimage que criamos antes, certamente teremos a pasta isolinux, que é a imagem da distribuição montada e pronta para ser utilizada.

Copie agora a pasta para o local de instalação, no meu caso, eu copiei ela para uma nova pasta que criei, pois devo informar o caminho completo para a mesma via linha de comando quando for instalar. Seria muito trabalhoso ter que informar um caminho gigante.

#mkdir /tempo

Essa foi a pasta que criei temporariamente para a instalação.

# cp -R isolinux /pasta/que você vai guardar a iso/

Esse comando tem que ser feito dentro da pasta /mnt/isoimage, para que copie todas as pastas recursivamente para o caminho indicado.

Agora desmonte a imagem e apague a pasta:

#umount /mnt/isoimage

#rm -rf /mnt/isoimage

Precisamos copiar a imagem “cru” que baixamos para a mesma pasta onde guardamo a isolinux. Isso para que seja feita a instalação corretamente, a isolinux vai servir para dar o boot e o restante são os arquivos da própria distribuição.

#cp /pasta/onde/tem/a iso original que foi baixada.iso /local/onde/você/guardou/a isolinux

Aguarde..

Depois da cópia, só necessário configurar o grub para que ele encontre a isolinux e dê o boot a partir dela. Adicione essa linha no /etc/grub.conf de acordo com sua partição, vou colocar a minha de exemplo:

title Instalar Fedora 8

root (hd0,0)

Especifique qual partição se encontra a imagem, no meu caso, está na partição 1 do disco master, só tenho 1 HD

kernel /tempo/isolinux/vmlinuz root=LABEL=/

Eu coloquei a isolinux na pasta que eu criei lá atrás, a tempo. Coloque aqui a pasta que você guardou a isolinux junto da iso original

initrd /tempo/isolinux/initrd.img

Aqui é a mesma coisa, somente temos que informar a initrd, que está dentro da pasta isolinux.

Essa foi as linhas que adicionei no final do grub.conf. O resultado final deve conter ainda a linha que informa sua instalação Linux anterior e o caminho para a instalação.

Reinicie o micro e na tela do Grub, já deve aparecer a entrada “Instalar Fedora 8”. Caso não apareça ou uma mensagem de erro apareça informando que não é possível encontrar boot partition, verifique novamente se você inseriu corretamente as informações no grub.conf, o mais comum é errar a partição a ser usada. Confira esta lista:

/dev/sda1——————————–hd0,0 (meu HD é SATA e é master, então tenho que colocar no grub hd0,0

/dev/sda2——————————–hd0,1
/dev/sda3——————————–hd0,2
/dev/sda4——————————–hd0,3
/dev/sda5——————————–hd0,4

/dev/sdb1——————————–hd1,0
/dev/sdb2——————————–hd1,1
/dev/sdb3——————————–hd1,2

Inicie por ela e siga mais estes passos:

  1. Selecione o idioma
  2. Selecione o layout do teclado
  3. Escolha a opção “Instalação via Disco Rígido”
  4. Informe o caminho para a pasta que contém a imagem:

No meu caso é: /tempo/

Só prosseguir com a instalação normalmente. Não sei, mas aqui demorou bem mais para atualizar do que para instalar do zero viu.. a única vantagem é manter os programas e configurações anteriores e obter novos recursos. Essa foi a primeira vez que atualizei o Fedora, então pode ser que não esteja apto a falar sobre isso.

Boa sorte na atualização! Qualquer erro, comentem please, primeira vez que posto um mini how to, então, posso ter “comido” algumas partes ^^


Digg it! Compartilhar no Del.icio.us Adicionar ao Live Favorites Compartilhar no Google Bookmarks Compartilhar no Reddit Compartilhar no Ma.gnolia Compartilhar no Facebook Compartilhar no Technorati Compartilhar no Yahoo MyWeb Stumble It! Compartilhar no rec 6 jump, conteúdo grátis!